As cartas do caminho sagrado

Dedicatória

O fogo, que é nossa essência, vem das estrelas, e é para as estrelas que nossas consciências retornarão. A Terra é a nossa mãe, que nos concedeu corpos. Após a caminhada pela Terra nossos corpos retornarão a ela. Nossos espíritos pertencem ao vento, assim como nossa respiração. Nossas palavras são aquilo que respiramos, e é por isso que são sagradas.

Através da minha respiração digo essas palavras: “Dedico este livro de palavras, assim como o seu poder de cura, a todos os filhos da Terra, a todas as 5 raças, todos os credos, a todas as nações, na esperança de que juntos possamos curar as feridas que temos infligido uns aos outros. Confio em que nesta unidade curaremos nossos corações e, agindo assim, voltaremos a nos unir à nossa Mae Terra.”

Aos membros das tribos dos dois mundos que me permitiram fazer uso de seu poder de cura quando precisei, dedico este livro como uma continua celebração da vida da Mulher da Nuvem B, Carol pomba Branca da Manha (La Paloma), Coração de Lobo, Linda Corça Marrom, Fogo Sobre o Vento, Lloydine, José, Nádia e John York, assim como minhas irmãs do Búfalo da Dimensão dos Sonhos, obrigada. Somos todos Um.

Eu fumei essa prece no Cachimbo da Tribo dos Dois mundos, e senti o quanto ela é boa.

Compartilhe a ecologia!