Desde ótimo para a perda de peso até suas propriedades na redução do colesterol, os benefícios do grão de bico para a saúde são inúmeros e variados. Essa leguminosa com sabor único entrega múltiplas qualidades para a saúde, especialmente por seus altos níveis de fibras, zinco, cobre, beta-sitosterol e ferro.

Os benefícios do grão de bico

Desde ótimo para a perda de peso até suas propriedades na redução do colesterol, os benefícios do grão de bico para a saúde são inúmeros e variados. Essa leguminosa com sabor único entrega múltiplas qualidades para a saúde, especialmente por seus altos níveis de fibras, zinco, cobre, beta-sitosterol e ferro.

Fibras poderosas na redução do colesterol

 

O grão de bico é uma ótima fonte de vários nutrientes cardioprotetores, incluindo fibras (solúveis e insolúveis), folato e magnésio. Tanto estudos epidemiológicos quanto clínicos sugerem que esses tipos de fibras, especialmente as solúveis, podem baixar o colesterol LDL (comumente conhecido como colesterol “ruim”), consequentemente reduzindo os riscos de doença cardíaca.

O folato, por sua vez, tem demonstrado forte controle sobre os altos níveis de homocisteína, também fator de risco conhecido no desenvolvimento de doenças cardíacas, enquanto o magnésio trabalha como cardioprotetor com sua propriedade de relaxar as veias e artérias.

Já o beta-sistosterol, fitoesterol dominante no grão-de-bico, e as saponinas, encontradas em vários alimentos de origem vegetal, podem contribuir benefícios ao potencial cardioprotetor reduzindo os níveis de colesterol plasmático.

Fonte natural de zinco e cobre

 

Quando pensamos em estimuladores do sistema imune, tipicamente voltamos nossa imaginação para as supercomidas melhoradoras do sistema imunológico como as bagas de sabugueiro ou cítricos como limões.

Entretanto a verdade é que, o espectro de alimentos que melhoram a imunidade e combatem gripes e resfriados é muito mais ampla do que as pessoas imaginam, incluindo vários alimentos, inclusive o grão-de-bico.

Tomando o grão de bico como exemplo, temos nele uma excelente fonte natural de zinco e cobre, dois minerais essenciais para o desenvolvimento das funções imunes de todas as células. Apenas um copo de grão de bico cozido pode prover quase 30% da quantidade diária de cobre e aproximadamente 17% da média diária necessária de zinco.

Auxiliar na perda de peso

 

Quando se trata dos alimentos mais saudáveis para a perda de peso, é difícil de bater os benefícios trazidos pelos legumes. Legumes como o grão de bico são repletos de fibras e proteínas, ambos extremamente necessários para aumentar a saciedade.

Além de fazer você se sentir cheio por mais tempo com menos calorias, as proteínas e fibras do grão de bico também ajudam a reduzir a excreção de insulina pelo pâncreas, a qual é secretada pelo corpo em resposta à elevados níveis de açúcar e facilita o armazenamento de glicose em forma de gorduras.

Resumindo, se quiser deixar pra lá a preocupação de acumular mais alguns pneuzinhos durante a dieta, tente incluir o grão de bico em sua dieta. Assim a insulina será liberada mais devagar, reduzindo consideravelmente o acúmulo de gordurinhas indesejadas na linha da cintura.

Benefícios para o sistema digestivo

 

O grão-de-bico, assim como outras leguminosas, pode causar um significativo aumento nos gases intestinais, sintoma que é associado com o alto consumo de grão-de-bico. Entretanto, o grão de bico também oferece alguns benefícios interessantes para aqueles que sofrem de problemas gastrointestinais.

Uma publicação de 2012 do British Journal of Nutrition, declara que dietas ricas em grão-de-bico podem melhorar a saúde intestinal ao auxiliar a movimentação das fezes através do sistema digestório, prevenindo assim a constipação.

Excelente fonte de ferro

 

A deficiência de ferro é uma das mais comuns do mundo e normalmente causa anemia, condição onde o corpo acaba ficando com poucas células vermelhas saudáveis. Pessoas com anemia podem ter tontura, fraqueza e fadiga conforme seus corpos tem problemas em levar oxigênio o bastante para todos os tecidos. A anemia e baixos níveis de ferro em geral podem causar perda de apetite, unhas quebradiças e perda de cabelo.

Felizmente os baixos níveis de ferro podem ser revertidos com sucesso através do uso de suplementos alimentares, comidas ricas em ferro ou uma combinação de suplementos e alimentos naturais.

A carne vermelha e outros alimentos de origem animal contêm altas quantidades de ferro de fácil absorção, mas certos legumes, como o grão de bico, conseguem entregar incríveis quantidades de ferro para sua dieta.

Um copo de grão-de-bico cozido contém o equivalente à 26% do ferro necessário pelo corpo diariamente. Entretanto, vale ressaltar que o tipo de ferro existente tanto no grão de bico quanto em outros vegetais são conhecidos como ferro não-heme por terem sua absorção dificultada no corpo humano, diferentemente do ferro heme dos produtos de origem animal.

Potenciais efeitos anticancerígenos

 

Se tudo dito anteriormente não foi o bastante para você adicionar esse legume de sabor único em sua dieta, saiba que o grão-de-bico também pode oferecer proteção contra certos tipos de câncer.

Quando a boa bactéria em seu intestino fermenta com as fibras do grão-de-bico, um composto metabólico conhecido como butirato é produzido. Esta cadeia curta de ácido-graxo suprime a proliferação e induz a apoptose (autodestruição) de células cancerígenas. Além disso, o beta-sitosterol, o principal fitoesterol no grão de bico, demonstrou diminuir tumores de colo em estudos feitos em ratos.

Compartilhe a ecologia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *